Exposição de Mondrian – Rio de Janeiro

Dica La Estampa: imperdível!

Rio de Janeiro ganha exposição de Mondrian.  CCBB conta trajetória do artista e exibe obras de artistas do movimento de Stijil.

Cores primárias e formas retangulares delimitadas por linhas grossas e pretas são marcas registradas de Piet Mondrian. A exposição apresenta além das suas pinturas, documentários, fotografias, publicações de época, maquetes e mobiliários de seus companheiros da revista holandesa de STIJL.

O nome do artista nem sempre foi sinônimo de cores e abstração. Antes de sua obra mais famosa quando as linhas foram alongadas e as cores chapadas compostas por um grande plano vermelho, amarelo, preto, cinza e azul, Mondrian pintou paisagens. Para ele arte era mais do que simplesmente a representação do real.

 

Foto retirada da Internet

Foto retirada da Internet

Foto retirada da Internet

Foto retirada da Internet

Foto retirada da Internet

Foto retirada da Internet

Mondrian é considerado um dos grandes pioneiros da pintura abstrata, algumas gerações de pintores, arquitetos e designers foram influenciados por seu estilo geométrico.

O movimento de Stijil foi fundado em 1917. Os artistas buscavam uma linguagem visual de aplicação mais universal, menos individualista, e abandonaram, a ideia de que uma obra de arte deveria incluir uma descrição realista. Eles usariam apenas linhas retas e cores nitidamente constratantes para representar o espiritual e o puro.

Os artistas queriam trazer a modernidade tanto na pintura abstrata como na nova residência. O ambiente no qual as pessoas vivem, deveria torna-se especial a fim de proporcionar uma nova vida.  Artistas e arquitetos trabalhavam juntos em projetos de novos prédios, interiores de cinema, salão de danças, entre outros.

Os projetos destacavam a distribuição de cores e o uso de formas diagonais rompendo um formato rígido.

Foto retirada da Internet

Foto retirada da Internet

Foto retirada da Internet -Cornelis Bruijnzee quis transformar o interior do quarto em uma espécie de pintura espacial, uma pintura dentro da qual fosse possível morar.

Foto retirada da Internet -Cornelis Bruijnzee quis transformar o interior do quarto em uma espécie de pintura espacial, uma pintura dentro da qual fosse possível morar.

 

A exposição começou no dia 12 de outubro e ficara aberta ao publico ate o dia 9 de janeiro de 2017.
E nós que somos apaixonados por decoração e arte, ja visitamos a exposição. vale a pena uma visita!

Mondrian e o movimento de Stijil

Data: Até o dia 9 de janeiro.
Local: CCBB Rio de Janeiro, Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Horário: Quarta a segunda, das 9 as 21h
Valor: Entrada Franca

[Dica Cultural]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>